Saúde coletiva e o mercado de trabalho

Conteúdo

Identificar problemas no Sistema Único de Saúde e encontrar soluções.  Essa é a principal função do especialista em Saúde Coletiva. Se você deseja saber mais a respeito dessa especialidade, acompanhe a matéria de hoje no nosso blog.

O modelo público de saúde no Brasil, de fato, é bastante falho. Desde a sua criação em 1988, o SUS tem como missão ser referência em atendimento à saúde gratuito.

Infelizmente essa meta ainda não foi atingida. Diante da nossa realidade, o especialista em saúde coletiva precisa atuar de acordo com as necessidades do sistema, a fim de fortalecer a capacitação da gestão dos serviços relacionados à saúde.

  • Geralmente, o profissional que faz uma pós-graduação em saúde coletiva atua como sanitarista.

Saúde Coletiva X Saúde Pública

Apesar de parecerem a mesma coisa, há diferenças entre elas.

 

  • Saúde coletiva: refere-se a um movimento sanitário, social, que surgiu no SUS, integrando questões junto à saúde pública.

 

  • Saúde pública: é o conjunto de ações e demais serviços que visam a prevenção e o combate de doenças que podem arriscar a saúde de grupos específicos.

 

Sendo assim, podemos afirmar que toda saúde pública é coletiva, mas nem toda saúde coletiva é pública.

 

  • Mercado de trabalho

O especialista em saúde coletiva pode atuar em áreas como:

  1. Gestão de saúde;
  2. Sanitarista;
  3. Auditoria;
  4. Promoção da saúde;
  5. Supervisão de unidades, centros e polos de saúde;
  6. Educação em saúde.
  • Média salarial

No setor público os salários variam de 4 a 10 mil reais.

 

Se você gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre assuntos relacionados, acesse nossas redes sociais através do facebook e instagram.

Deixe um comentário